27.5.16

Resenha de : A garota que semeava

A menina que semeava 
Editora : Novo conceito 
Páginas : 416 
Autor : Lou Aronica


Sinopse: Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida.

Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema.
Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse.
Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele.

Resenha da JUH : 
Becky aos cinco anos de idade é diagnosticada com leucemia , um tipo de câncer que atinge diretamente o sangue da garota. E Chris, seu pai , para ajudá-la a passar por essa difícil fase cria uma história sobre um reino chamado Tamarisk . Todas as noites antes de dormir juntos eles criam novas aventuras para a jovem princesa Miea e seu reino onde tudo é lindo e perfeito.

O tempo passa e finalmente a doença começa a regredir , mas o casamento de Chris e Polly não consegue se manter estável e o divórcio acaba sendo inevitável . Com isso Chris se vê distante da filha durante os quatro anos seguintes porque Becky cria uma barreira entre eles após o divórcio e agora ela já é uma adolescente .

O que eles não sabem é que enquanto isso no reino de Tamarisk tudo continua correndo e grandes problemas estão por vir, uma praga assola os moradores do reino , e ela vem com tudo . Destruindo plantas e com isso colocando espécies em extinção.

Em uma noite de solidão enquanto Miea conversa com a fotografia de seu pai ela sente algo estranho e ao mesmo tempo Becky em Conecticut ,  também não se sente muito bem e de alguma maneira com a força de seu pensamento se transporta para um lugar escuro onde ela nunca havia ido antes . Quando ela finalmente cria coragem para abrir os olhos se vê diante da princesa Miea . A surpresa se vê estampada no rosto das duas e a partir desse momento as visitas de Becky a Tamarisk são rotineiras e isso acaba unindo as duas .

Miea tem certeza de que Becky e seu pai podem acabar com a praga que está destruindo Tamarisk , mas como nem tudo são flores , a partir do momento em que Becky descobre que Tamarisk é real seu câncer também volta com força total e dessa vez a gravidade é muito maior . Ela vai ter que ser forte para salvar Tamarisk e a si mesma .

" Becky sabia o que seus pais iam dizer assim que entraram no quarto. Honestamente, ela sabia o que estava acontecendo bem antes deles. Será que ela realmente achava que podia fazer com que isso desaparecesse ? Para falar a verdade, pelo menos uma parte dela acreditava que sim . Ainda assim , se tinha tido algum tipo de esperança , ela evaporou quando viu o rosto deles . A mãe estava fazendo tudo que podia para se manter em pé e parecia que a cor tinha se esvaído do rosto do pai . Até mesmo Al parecia completamente confuso . "

Bem como vocês viram é meio difícil de explicar essa história porque ela é ao mesmo tempo simples e complexa . A narrativa é em terceira pessoa o que é muito bom , pois seria impossível de se compreender a história se não fosse narrado o que se passava na cabeça de cada um dos personagens .

Os personagens são cativantes , cada um a sua maneira , Becki apesar da doença é determinada , Miea apesar da insegurança exerce muito bem seu papel como rainha e Chris, o que dizer de Chris ... Se todos os pais do mundo amassem seus filhos como ele ama Becky e se como ele demonstrassem isso o mundo seria diferente ; Com certeza ! Ah eu não podia deixar de citar Polly , a mãe super protetora de Becky que adora interferir no convívio dela e do pai .

Não tiveram personagens secundários , quer dizer , tiveram ; mas nenhum deles foi insignificante pra história, cada um deles exerceu em seu momento ( mesmo que pequeno) uma parte importante na trama .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...