1.12.15

Resenha Parceira: "Sombras do Medo" - Camila Pelegrini



Sombras do Medo - 1ª Edição
Autora : Camila Pelegrini 
Editora : Editora Garcia
Páginas : 200

Resenha Lua:

Sombras do medo, em meio a um mundo de destruição, caos e desastres naturais o mundo está dividido em cinco grandes regiões, sendo que, nessas regiões estão os principais recursos para a sobrevivência humana.
A raça humana está dividida também em ordinários e singulares, pessoas com visões completamente diferentes, os singulares dominam e dispõem de todos os recursos naturais, eles têm água e comida em abundância, já os ordinários trabalham até a exaustão de seus corpos, não dispõem de muitos recursos, eles vivem na escassez. 

"Talvez um dia a gente deixe de alimentar o caos e passe a alimentar a vida" (pag. 148)

A maldade despertou as forças malignas, que vivem nas sombras - Opa quase dei
spoiller - A humanidade está em completa desvantagem, mas como toda boa distopia o amor tem espaço garantido,  Anabele é uma ordinária da terceira capital, ela tem 21 anos e é uma mulher super esforçada e questionadora,  vive com a mãe,  Amanda, e ajuda os outros ordinários.

"Em um mundo que a única coisa que importa é a sobrevivência e ela a todo custo, sem maiores considerações a respeito de amor, amizade, companheirismo, você conseguiu tudo isso de um modo tão improvável” (pag. 148)

Anabele é realista, ela encara os problemas de frente e não com lamentos, isso é uma das coisas que eu mais gostei na personagem, pois estou cansada de personagens que ficam se lamentando e não fazem nada para mudar a situação. 
Henry é um forasteiro, misterioso que se encanta por Anabele, juntos eles vão fazer tudo para descobrir o que são as temidas sombras do medo. Henry é um homem apaixonante, lindo, sexy e misterioso o sonho de consumo de muitas leitoras rsrs, eu imagino ele como o Jensen Ackles (suspiros, suspiros infinitos por ele).

"Não deveria, mas acho que é inevitável apaixonar-se por você" (pag. 62)

“Eu sei que você sonha em mudar esse mundo, mas se serve de alguma coisa, saiba que você mudou o meu" (pag. 77)

É por essas declarações que eu estou apaixonada por ele.
Vincent é o melhor amigo de Anabele, entra na ponta do triângulo amoroso, ele sempre foi apaixonado pela melhor amiga e nunca se declarou, mas o triângulo aqui é diferente, Anabele sempre soube quem amava. 
O enredo da história é repleto de ação, mistério e romance, mas não se engane o foco do livro não é o romance, e sim o mundo devastado pelos desastres naturais e o que pode ser feito para reverter a situação. 
O livro é curto tem duzentas páginas, e eu queria mais duzentas, eu particularmente amei o livro, confesso que no começo eu fiquei um pouco confusa, por que eu não leio muitos livros em terceira pessoa, então por isso eu tive dificuldades nas trocas de cenários, pois Camila dá a visão tanto dos singulares quanto dos ordinários, senti falta de no começo dos capítulos estarem escrito ordinários ou singulares, assim conseguiria me ambientar mais rápido.
Porém o livro tem mais pontos positivos do que negativos, eu diria que o único negativo é o já dito aqui acima, os pontos positivos são sem dúvidas maiores, o crescimento dos personagens é visível, Anabele cresce muito ao longo do livro, principalmente em relação aos seus sentimentos e as perdas que sofre, os personagens são extremamente realistas, nenhum deles é perfeito por que afinal de contas, na vida real ninguém é. 
A linguagem do livro é simples, os cenários são bem descritos, você consegue imaginar perfeitamente esse mundo caótico, a letra tem um tamanho adequado e a diagramação foi bem feita.
Eu ri lendo o livro, ai você deve estar me achando louca, certo?  Aposto que está pensando "ela disse que o mundo esta em completa desgraça e ela riu, só pode ser louca” juro que não sou louca - talvez a Beca discorde - voltando ao livro ele tem momentos engraçados em sua maioria proporcionados pelo maravilhoso, lindo e sexy Henry - alguma dúvida de que eu estou apaixonada por ele? - Vincent, o guarda costas, apelido dado pelo Henry, nem é preciso dizer que eles não se gostam né? Vi é o típico melhor amigo, cara legal, trata a garota bem e me deixou irritada em vários momentos, mas não é fácil ver quem você ama com outro, então eu o perdoo.
As qualidades e os defeitos humanos são ressaltados, mostrando que nenhum de nós é completamente bom ou ruim.

“Tinham em si todos os sentimentos do mundo, conflitantes ou não, e eram capazes de alimentar todos eles, fazendo-os crescer, tornando-os impossivelmente somente bons ou ruins.” (pag. 155)

Sombras do medo é uma distopia maravilhosa e não perde em nada para a literatura estrangeira.
Camila Pelegrini ousou em seu livro de estreia e foi muito bem sucedida em sua escolha, mal posso esperar por seu próximo livro.

E em meio a tanto ódio e destruição, será o amor capaz de afastar as Sombras do Medo? Descubra a resposta nessa distopia incrível.

Resenha Beca:

Eu começo dizendo: <3  AMOOO distopias <3

Acho que posso dizer que “Sombras do Medo” foi uma das melhores distopias nacional que eu já li!!! Uma distopia que mistura fantasia e romance de uma maneira incrível e super bem escrita só poderia virar um de meus xodós né?? Kkkkkk
“Sombras do Medo” conta de um futuro após uma destruição em massa provocada pelas guerras e desastres naturais, onde o mundo é dividido em 5 grandes regiões...não sou muito de colocar trechos dos livros em minhas resenhas, mas Sombras tem um trecho que explica exatamente o que eu quero lhes contar...

“Não se lembrava ao certo de quando o mundo havia sido dividido daquela maneira: ordinários e singulares. Cinco capitais estabelecidas nos pontos vitais do planeta, onde se encontravam as maiores fontes de riqueza natural, por onde passavam os principais cursos fluviais e onde restava a maior quantidade de vegetação e solo fértil. Nessas capitais viviam as pessoas mais poderosas do mundo, uma minoria influente que não sofria os efeitos drásticos da redução da água e da natureza, já que tudo o que havia sobrado, localizava-se no quintal de sua casa.” (pág. 11)

Ou seja, o mundo era dividido em 5 capitais por grandes muralhas, dentro dessas muralhas tudo era lindo, nada faltava e era onde viviam os singulares (ricos), era do lado de fora que o bicho pegava kkkk, onde vivia a nossa personagem principal, Anabele, e os demais ordinários (pobres), onde já não havia mais natureza, mal conseguiam sobreviver com a água e a comida que os singulares lhes mandavam, que por sinal era muito pouca.
Mas para piorar a situação de vida dos ordinários, coisas estranhas começam a acontecer, enquanto alguns ordinários simplesmente desapareciam outros passaram a ter sonhos estranhos onde sonhavam que a terra era engolida pela escuridão e após os sonhos tinham sensações desagradáveis... Tinham medo... Mas não sabiam ao certo de quê.
Porém a província em que Ane vivia ganha um toque especial quando aparece o forasteiro Henry Winch, um cara misterioso que não falava muito sobre sua própria vida. Apesar de sua língua afiada e de seu humor ácido, o charmoso e irresistível Henry conquistou a todos da província, exceto, é claro, Ane que não confiava muito nele, mas toda boa mocinha de romance gosta do cara gato e sinistro né? Kkkkkkkkk
E também como todo bom romance também tem o terceiro em discórdia não é mesmo? Neste caso estamos falando de Vicent Ami, um cara alto, forte, de doces olhos negros e... Amigo de infância de Ane, que, claro, nunca teve coragem de se declarar para sua amada (que por acaso era a única que não se dava conta que o amor que Vi sentia por ela não era só de amizade).
Eu, só pra deixar claro, sou Team Henry (mesmo com todos seus segredos, que vocês só descobrirão lendo kkkkkkkk).

Uma critica que tenho do livro é a mudança de cena que me deixaram um pouco confusa no começo, pois em um capitulo tem a visão dos ordinários e em outro a dos singulares, mas nenhum era identificado, mas nada que ao continuar lendo eu descobria pelos olhos de quem via a cena.

Capa 2°edição
Um livro pequeno que fala de superação, crescimento, amor, perda, e acima de tudo de luta, onde os ordinários lutam pela sobrevivência, pelos seus direitos, lutam pela vida, lutam contra as sombras do medo...

Venham aventurar-se com Anabele, Vicent, Henry, os ordinários e os singulares em uma distopia que te envolve e te surpreende do começo ao fim!!!

E QUE VENHA A SENGUDA EDIÇÃO DE SOMBRAS!!!

Um comentário:

  1. Lu e Beca, que delícia ler resenha dupla! Haha vcs arrasaram com a criação desse blog, e agora tb com meu coração.
    Obrigada pelas resenhas lindass.
    Amei!
    Beijos infinitos

    ResponderExcluir

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...